LEC ignora inquérito do MP e mantém venda de ingressos

O promotor de Justiça, Ezequiel Borges de Campos, abriu um inquérito civil contra o Luverdense Esporte Clube (LEC) e a Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) para apurar se houve ofensa deliberada contra o Estatuto do Torcedor. O time joga contra o Corinthians, nesta quinta (9) na Arena Pantanal, às 20h30.

A investigação apura se a venda de ingressos sem numeração das cadeiras não representa afronta aos torcedores. O público estimado, conforme o inquérito civil, é de 25 mil pessoas. As vendas dos ingressos continuam na Arena e custam entre R$ 60 e R$ 160.

“Não obstante possua plena consciência da obrigação de comercializar ingressos com a indicação dos assentos numerados, possivelmente para mitigar custos, o presidente do Luverdense Esporte Clube, Helmut Lawisch – ignorou solenemente este dever jurídico – descumpriu propositalmente”, cita o promotor na portaria de abertura do inquérito.

A partida entre o Luverdense e o Corinthians será a primeira válida pela 3ª fase da Copa do Brasil. O jogo de volta acontece na Arena Corinthians na próxima semana. Os dois clubes já se enfrentaram em 2013, pelo mesmo campeonato, com vitória do time local por 1 a 0. No jogo de volta perdeu por 2 a 1.

Conforme o promotor, a falta de numeração, “institui a desobediência legal como regra de conduta, restringiu o direito legítimo do consumidor à opção de escolha e de acesso previamente demarcado, dando causa a um ambiente propício para superlotação de setores do estádio para tumultos e riscos à integridade física dos torcedores presentes”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorInternauta chama Paola Carosella de arrogante e chef responde
Próximo artigoEnem 2017 será em dois domingos consecutivos