Ladrões apontam arma para Rotam em Cuiabá e acabam mortos

Eles haviam acabado de roubar um celular e tentaram fugir da Rotam

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Um homem de 31 anos, identificado como Jonathan Alves Pereira, e outro ainda não identificado, morreram na madrugada desta segunda-feira (31) após apontarem armas para uma equipe da Rotam no Bairro Boa Esperança, em Cuiabá, depois de um assalto, e os policiais reagirem.

A Polícia Militar foi acionada após uma vítima ter o celular roubado por dois homens em uma motocicleta 160 prata. A vítima contou que um deles estava usando um casaco preto e calça jeans.

Uma equipe da Rotam saiu em busca dos suspeitos na Avenida Fernando Corrêa, em Cuiabá, e encontrou dois homens em uma motocicleta com características semelhantes às passadas pela vítima.

Os suspeitos entraram no Bairro Boa Esperança e, ao perceberem que estavam sendo seguidos pela polícia, começaram uma fuga em alta velocidade.

Em determinado momento, os dois pararam em frente a um terreno baldio, abandonaram a motocicleta e entraram no terreno.

Os policiais, então, notaram que um dos suspeitos estava com uma arma na mão e o outro com algo preso na cintura e mandaram eles colocarem a arma no chão. Os suspeitos, no entanto, não acataram a ordem.

A equipe entrou no terreno e os dois suspeitos apontaram as armas em direção aos militares, que reagiram atirando e acertaram os dois, que caíram no chão.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas, para resguardar a vida dos acusados, a própria Rotam prestou socorro aos acusados e os encaminhou ao Hospital Municipal de Cuiabá. Já na unidade, porém, ambos morreram.

A Rotam Comando, a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) e a Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) foram acionadas para iniciar as investigações do caso.

A motocicleta dos suspeitos foi encaminhada pelo pátio da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob). A vítima de roubo não foi localizada, mas o celular dela foi encontrado com um dos suspeitos. As armas encontradas com os suspeitos foi entregue à Polícia Judiciária Militar.

O caso foi registrado como roubo, resistência, homicídio doloso, posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito ou proibido, direção perigosa de veículo na via pública e morte por intervenção de agente do Estado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPiorando ao invés de melhorar
Próximo artigoPausa no calor: junho começa com temperaturas mais amenas em Cuiabá