Ladrão morre após apontar arma para policiais durante fuga de assalto

Ele e mais dois comparsas haviam invadido um estabelecimento e feito quatro reféns

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Um ladrão não identificado morreu e outro de 33 anos foi preso nessa quarta-feira (3), após um assalto em uma empresa de locação de caçambas no Bairro Parque Paiaguás, em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá).

A Polícia Militar foi acionada enquanto o roubo ainda acontecia e as quatro vítimas eram mantidas como reféns. Quando a equipe chegou ao local, porém, os três suspeitos haviam acabado de fugir em direção a um matagal, nos fundos da empresa.

Os policiais foram ao local em que os suspeitos haviam sido vistos e encontraram um deles, que estava armado.

A equipe ordenou que ele soltasse a arma, mas ele fez o contrário e apontou para os militares, que reagiram atirando. O suspeito foi atingido por alguns disparos.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas com a demora, os policiais colocaram o suspeito na viatura e o levaram para o Pronto-Socorro de Várzea Grande. Já no hospital, porém, ele não resistiu e morreu.

Enquanto isso, outra equipe da PM encontrou um segundo suspeito, de 33 anos, deitado no matagal, sinalizando que se entregaria.

O terceiro acusado conseguiu fugir. O carro que os três usavam, um Siena, foi apreendido.

A Polícia Civil foi acionada para fazer os procedimentos necessários, assim como a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Com o suspeito que morreu foi apreendido um revólver calibre 22 com três munições intactas. As vítimas reconheceram o suspeito morto e a arma como a usada no crime.

O suspeito preso também foi reconhecido pelas vítimas. Ele, inclusive, é ex-funcionário da empresa roubada.

O caso foi registrado como roubo e morte por intervenção de agente do Estado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorImunização até 80 anos
Próximo artigoVÍDEO | Chuva alaga lavoura de soja em Sorriso e produtores contabilizam perdas