Justiça rejeita pedido para retorno das aulas presenciais em MT

PSC pedia em ação que o governo do Estado baixasse um decreto específico com autorização de reabertura das escolas e regras de medidas sanitárias

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

A Justiça de Mato Grosso negou o retorno das aulas presenciais na rede pública durante a vigência das regras de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus. O desembargador Orlando Perri indeferiu um pedido do Partido Social Cristão (PSC) para que as atividades escolares fossem tratadas como “atividade essencial diferenciada”. 

O grupo político pedia que as aulas fossem tratadas com ações específicas no decreto estadual nº 874/2021, que estabeleceu as regras sanitárias em vigor, concernentes ao modelo de presença e circulação de estudantes e professores nas escolas. 

Foi apresentado no recurso judicial estudo que aponta para baixa transmissibilidade do vírus nas escolas. O pedido era para que o governo baixasse um decreto levantando em conta essas pesquisas e a exigência de fiscalização. 

“[…] que o governo estadual se abstenha de impedir a realização de aulas presenciais e que edite decreto determinando a abertura imediata das instituições de ensino em todo Estado, considerando as pesquisas científicas e documentos acostados que dão conta da segurança de tal medida, observando sempre, ao cumprir a ordem judicial, a fiscalização do cumprimento das regras de distanciamento”, pontua.  

O desembargador Orlando Perri disse que as medidas decretadas pelo governo do Estado seguem regras impostas pelo decreto federal nº 13.979/2020, esfera responsável por “editar normas gerais que imprimam coordenação nacional, aos Estados regular matéria de interesse regional”. 

“Urge mesmo a adoção de medidas duríssimas para estancar a ocupação dos leitos hospitalares, que já apresenta claros sinais de esgotamento. Nesse contexto, a pandemia não pode ser enfrentada considerando os interesses desta ou daquela classe profissional ou categoria econômica, mas da coletividade”, disse.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMato Grosso recebe 142 mil doses de vacina contra a gripe
Próximo artigoJovem que era mantida presa em casa pelo marido é resgatada