Justiça manda fechar três unidades dos Correios em MT após casos de covid-19

Empresa terá que fazer testes em todos os funcionários e aguardar os resultados para a volta ao trabalho presencial

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

A Justiça do Trabalho em Mato Grosso determinou que três unidades dos Correios tenham as atividades suspensas até que passem por um processo de desinfecção e todos seus trabalhadores sejam testados para o novo coronavírus.

Trata-se de uma agência em Pontes e Lacerda (440 km de Cuiabá) e dos centros de distribuição de Barra do Garças (512 km de Cuiabá) e o da própria Capital.

A decisão é em caráter liminar e de autoria da juíza Dayna Lannes Andrade. A ação foi movida pelo Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Correios, Telégrafos e Serviços Postais de Mato Grosso.

A determinação é que, enquanto os resultados dos testes para o novo coronavírus não saírem, os trabalhadores fiquem em casa, prestando serviços remotos – o home office.

Já a desinfecção deve ser realizada por uma empresa especializada, seguindo as regras da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

LEIA TAMBÉM

Caso os Correios não cumpram as determinações, a empresa poderá ser multada em até 50 mil reais.

De acordo com a ação, pelo menos dois funcionários contraíram o coronavírus e um ainda aguarda o resultado dos exames. Mesmo assim, até o diagnóstico, eles trabalharam normalmente, com livre circulação nos ambientes da empresa, o que pode ter feito outras pessoas se contaminarem.

Outro ponto ressaltado pela magistrada é o de que as atividades de distribuição de mercadorias e correspondências representam um alto risco de contágio e exigem, portanto, “uma resposta rápida diante do conhecimento da existência de um diagnóstico positivo de covid-19 em empregado”.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQuadrilha que desviava piche asfáltico de prefeitura é presa em MT
Próximo artigoDuas empresas, dados iguais: MP instaura inquérito sobre drones de combate à covid

O LIVRE ADS