Justiça libera banho em cachoeira da Salgadeira, informa Sedec

Agora, segundo a pasta, cabe a empresa responsável pela gestão da área organizar o acesso

O banho na cachoeira no Complexo Turístico da Salgadeira foi oficialmente autorizado pela Justiça, informou, em nota, a assessoria de imprensa da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sedec).
“O aval do Juizado Volante Ambiental foi publicado nesta sexta-feira (20), no final da tarde, após o Governo do Estado cumprir dois itens do aditivo ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que incluía a realização de estudos para garantir a segurança dos turistas e a integridade da vegetação da área”, revelou trecho do informe.
Agora, segundo a pasta, cabe a empresa responsável pela gestão da área organizar o acesso e dar início ao processo de utilização do espaço pelos visitantes. Atualmente, estão abertas outras duas áreas para banho, que funcionam além da cachoeira.
Reunião
Esta semana, representantes do governo foram até o Ministério Público do Estado (MPE) para dialogar sobre a recomendação do promotor Célio Joubert Fúrio que, no começo de julho, solicitou a suspensão do contrato de concessão da Salgadeira em função dos valores cobrados da empresa vencedora da licitação: R$ 12 mil mensais.
O secretário da Sedec, Leopoldo Mendonça, afirmou que foram apresentados o parecer da auditoria do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e ainda estudos, que mostram a metodologia para definição do valor como forma de defender o modelo atual.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAnima Mundi leva mais de 500 filmes ao Rio de Janeiro
Próximo artigoReceita cresceu e crise no Estado é falta de gestão, avalia Mauro Mendes