Justiça determina que Bayer deposite R$ 286 mi em processo sobre patente de soja

Decisão marca novo revés para empresa após comprar a Monsanto, que desenvolveu a semente

A Justiça Federal de Mato Grosso determinou que a empresa alemã Bayer deposite a quantia adicional de R$ 286 milhões em uma conta judicial, em meio a uma disputa sobre patente com sojicultores brasileiros, de acordo com a decisão vista pela Reuters.

A juíza federal Vanessa Gasques sentenciou, no final da terça-feira (3), que a empresa realize o depósito dentro de 48 horas.

A Bayer já havia depositado R$ 11,9 milhões relacionados ao caso, correspondentes a 4% dos royalties cobrados pelo uso da tecnologia da semente geneticamente modificada Intacta. O dinheiro permanecerá em uma conta judicial até a conclusão do caso.

A decisão marca um novo revés para a Bayer após a conclusão da compra da Monsanto, que desenvolveu originalmente a Intacta.

Em julho, agricultores brasileiros de dez Estados —além de Mato Grosso, onde a disputa começou— foram autorizados a participar da ação como reclamantes.

O processo, iniciado no final de 2017, é focado em produtores que afirmam que a patente da semente de soja Intacta deve ser cancelada devido à falta de inovações tecnológicas significativas.

Os royalties das vendas da Intacta em Mato Grosso foram estimados em cerca de R$ 800 milhões por safra, de acordo com produtores do Estado.

Quando os royalties provenientes dos sojicultores dos outros dez Estados forem contabilizados, a quantia a ser depositada em uma conta judicial pode avançar para até R$ 2,7 bilhões, disse à Reuters em julho o advogado que representa os agricultores.

A proteção de patente da Intacta vale até outubro de 2022.

As informações são da Agência Reuters

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorNome errado, no lugar errado: homem é preso por engano pela 2ª vez
Próximo artigoIBGE: São Desidério (BA) é o maior município agrícola do país em 2018