Justiça dá liberdade a homem que atropelou PM em Cuiabá

Acidente gravado por câmeras de segurança aconteceu no domingo (10). Motorista estava embriagado

Foto: Polícia Militar

O motorista Pedro Henrique Maciel Campos, 27 anos, preso em flagrante na noite de domingo (10) após, embriagado, colidir o veículo e ferir gravemente o policial militar Claudecy Conceição, 35 anos, nas proximidades do Shopping 3 Américas em Cuiabá, foi solto pela Justiça na tarde desta segunda-feira (11).

A liberdade foi concedida pela juíza Renata do Carmo Evaristo Pereira, durante audiência de custódia realizada por videoconferência, por conta das medidas de restrição geradas pela pandemia do coronavírus.

Na decisão, foi fixado o pagamento de R$ 3.135 a título de fiança. O valor será parcelado, diante da alegada incapacidade econômica do acusado. Para deixar a cadeia, a primeira parcela deverá ser paga imediatamente.

LEIA TAMBÉM

A magistrada acolheu o argumento da defesa de que se trata de réu primário, sem antecedentes criminais e que a conversão da prisão em flagrante numa prisão preventiva seria desproporcional, pois, se condenado em processo criminal, o acusado não poderá vir a cumprir pena em regime fechado, pois a pena a ser aplicada será de dois a cinco anos.

Ainda foi ressaltado que não há elementos concretos de que, em liberdade, o acusado Pedro Henrique Maciel Campos seja uma ameaça a colheita de provas.

Por isso, aplicou uma série de medidas cautelares que deverão ser cumpridas para que seja mantida a liberdade.

Dentre elas estão o comparecimento mensal em juízo para informar as atividades e atualizar endereço, tratamento de álcool e drogas, suspensão da carteira de motorista e prestação de assistência médica à vítima.

Estado da vítima

O policial militar Claudecy Conceição está internado no Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) e foi submetido a uma cirurgia nesta segunda-feira na perna direita.

Os médicos constaram que não havia fratura, mas houve um corte profundo que deixou o osso exposto.

O quadro clínico é estável e o paciente permanecerá internado por, no mínimo, mais uma semana. Ele está na PM desde 2011 e lotado no 10º Batalhão de Cuiabá.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMontadora Ford vai encerrar a produção de veículos no Brasil
Próximo artigoPrefeitura tenta parceria com a UFMT para acabar com alagamentos na Prainha