Juíza que ironizou advogados foi “infeliz”, diz presidente da OAB-MT

Leonardo Campos afirmou ainda que irá cobrar respostas da Corregedoria de Justiça sobre as publicações da juíza

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil de Mato Grosso (OAB-MT), Leonardo Campos, criticou duramente a postura da juíza Anna Paula Gomes Freitas, da 2ª Vara Criminal de Tangará da Serra (250 km de Cuiabá), que tirou e publicou selfies ironizando advogados. De acordo com o presidente da OAB, ela foi “infeliz” e desrespeitou tanto os advogados quanto o processo de audiências.

“A juíza foi extremamente infeliz e fez comentários desnecessários e que nada contribuem para a efetiva distribuição da justiça, além de ter sido desrespeitosa com o ato formal e solene que é a audiência, que aliás, deveria ser objeto de atenção de todos (o desrespeito aos advogados nem precisa ser mais ainda explicitado)”, disse o presidente, em nota enviada à redação.

O LIVRE mostrou que a juíza de Tangará da Serra postou selfies em sua conta no Instagram fazendo ironias a respeito dos advogados que se apresentam em sua comarca. Em ao menos duas mensagens, Anna Freitas chamou de “idiotas” algumas das perguntas feitas por advogados em audiências da 2ª Vara Criminal. Em uma das fotos a magistrada escreveu os seguintes dizeres: “Aquela satisfação quando da pergunta idiota vem uma resposta que é tudo que a defesa não queria ouvir”.

Campos disse que o assunto já foi encaminhado à Corregedoria de Justiça e que a ordem irá cobrar resposta.

Confira a nota na íntegra:

Como presidente da OAB-MT, mas principalmente como ADVOGADO, que recebi essa notícia lamentável. A juíza foi extremamente infeliz e fez comentários desnecessários e que nada contribuem para a efetiva distribuição da justiça, além de ter sido desrespeitosa com o ato formal e solene que é a audiência, que aliás, deveria ser objeto de atenção de todos (o desrespeito aos advogados nem precisa ser mais ainda explicitado).

A pertinência da pergunta é avaliada pelo advogado que traça toda uma estratégia de defesa, assim, totalmente desnecessário e impertinente tais cometários.

Já informo de antemão que o assunto já está na corregedoria do Tribunal de Justiça e vamos cobrar resposta.

Leonardo Campos

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.