Juiz marca audiência para debater prorrogação da quarentena obrigatória em Cuiabá e VG

Ministério Público argumenta que o nível de alerta para a contaminação pelo novo coronavírus não mudou e quer mais 14 dias

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Juiz da Vara de Saúde Pública de Mato Grosso, José Luiz Leite Lindote agendou para às 15h desta quinta-feira (9) uma nova audiência de conciliação para decidir se vai prorrogar ou não o período de quarentena obrigatória em Cuiabá e Várzea Grande.

A decisão foi proferida diante do pedido do Ministério Público Estadual para que o isolamento social perdure por mais 14 dias na região metropolitana.

Entre os argumentos está o fato de Cuiabá e Várzea Grande ainda estarem classificadas como zona de alto risco – com alerta vermelho – para a contaminação pelo novo coronavírus, de acordo com os critérios estabelecidos pelo governo de Mato Grosso.

Também o fato de os boletins informativos da Secretaria de Estado de Saúde (SES) apontarem que a taxa de ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) oscila na casa dos 93%.

A audiência, conforme a determinação do juiz será realizada por meio de videoconferência. Além de representantes do MP, das duas prefeituras e do governo do Estado, devem estar presentes os advogados de sete entidades que presentam setores econômicos, entre elas a Fecomércio.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMEC anuncia que Enem 2020 será realizado em janeiro
Próximo artigoTratamento precoce da covid-19 poderá esbarrar na falta de profissionais da saúde

O LIVRE ADS