Juiz manda excluir vídeos odiosos

Justiça concede liminar a favor de Misael Galvão e determina retirada de vídeos

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

O juiz Geraldo Fernandes Fidelis Neto (foto acima), responsável pela 1º zona eleitoral de Cuiabá, determinou a retirada dos vídeos ligados ao presidente da Câmara de Cuiabá, vereador Misael Galvão (PTB), de todos os meios de comunicação. A decisão foi proferida nesta terça-feira (27).

Com isso, o Facebook, Instagram, Google e demais veículos, terão que retirar a gravação do ar dentro de um prazo de 24 horas.

A decisão é reflexo de uma representação interposta pela defesa do parlamentar, a qual tinha por objetivo resguardar os direitos de Misael.

Para o magistrado, “as imagens veiculadas na rede social transbordam a razoabilidade e a mera crítica à atuação política, já que não visam ao mero esclarecimento ou apuração dos fatos, mas sim formar estados mentais odiosos à população, fazendo uso de deliberado ataque à honra do candidato Misael Oliveira Galvão”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRestaurante Serafina conquista Cuiabá e o mundo com uma gastronomia Italiana legitima
Próximo artigoCandidata a vereadora é agredida e coligação pede ajuda à Justiça Eleitoral