|Quinta-feira, 24 maio 2018
(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Jovens roubam R$ 50 mil em joias e R$ 3 mil em dinheiro em joalheria no Centro da Capital

Eles foram presos depois de a Polícia Militar reconhecer o carro usado no crime próximo ao trevo do Zero, em Várzea Grande

COMPARTILHECOMPARTILHE

Quatro pessoas foram presas no início da noite dessa terça-feira (15), acusadas de participar de um roubo a uma joalheria no Centro de Cuiabá. O crime aconteceu durante a manhã, às 9h30, os ladrões roubaram R$ 50 mil em joias e R$ 3 mil em dinheiro.

Por volta das 18h30, a Polícia Militar recebeu a informação de que o carro utilizado no roubo, um Fiat Strada de cor prata, estava entrando em Várzea Grande pela ponte Júlio Muller, seguindo pela Avenida da Feb.

Os policiais foram em direção ao local indicado e encontraram o veículo na rotatória do trevo do Zero Quilômetro, em Várzea Grande. Eles acionaram a sirene, pedindo a parada do carro, mas eles não obedeceram e seguiram em fuga.

Uma equipe do 25º Batalhão iniciou o apoio à primeira equipe e os militares conseguiram parar o carro em que estavam quatro jovens: duas mulheres de 22 e 24 anos e dois homens de 23 e 26 anos.

As equipes conseguiram confirmar que o veículo, com placa e chassi adulterados, era o que constava como envolvido no roubo à joalheria. Além disso, os dois suspeitos do sexo masculinos foram reconhecidos pela vítima.

Conforme o boletim de ocorrência, a vítima relatou aos policiais que três suspeitos, todos armados, participaram do crime.

Perguntado, um dos suspeitos disse que eles moravam no CPA IV e que os produtos roubados estavam lá – e forneceu o endereço. Os policiais foram até a casa e encontraram no quintal um Pálio de cor prata que constava como roubado.

Como não tinham a chave da residência, os militares arrombaram a porta dos fundos da casa. O local não tinha móveis, mas foram encontrados vários materiais que pareciam ser fruto de roubos, como TVs, vídeo games, produtos de beleza e muitas chaves, além de munições e explosivos.

Por causa dos explosivos, uma equipe do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foi acionada. Eles identificaram os objetos e transportaram até a Central de Flagrantes de Várzea Grande.

Já na delegacia, um dos suspeitos disse que as joias, o dinheiro e as armas utilizadas no roubo haviam sido levadas pelo terceiro comparsa para Cáceres. Ele teria ido de ônibus para aquela cidade.

Os quatro jovens que estavam no carro ficaram detidos na Central de Flagrantes de Várzea Grande. Um dos suspeitos já tinha um mandado de prisão em aberto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

DESTAQUES

Profissionais do sexo denunciam comerciante que as chamou de “putas”

Cinco pessoas morrem e 10 ficam feridas em acidente envolvendo dois carros em MT

Em protesto, Chopp será vendido pela metade do preço em Cuiabá

Desembargador diz não ver crime de estupro por vítima estar bêbada e ter tido...

Caldo, cuiabania e cerveja gelada: conheça 5 botecos de raiz na capital

X