Jovem sofre assédio de motorista de aplicativo durante corrida

Apavorada, ela parou a corrida antes de seu destino

Imagem ilustrativa

Uma jovem de 18 anos denunciou um motorista de aplicativo, de 36, nessa segunda-feira (8), após sentir-se assediada sexualmente durante uma corrida. O crime ocorreu em Sorriso (400 km de Cuiabá).

Segundo relato da vítima, ela chamou o motorista por um aplicativo e, ao entrar no veículo, ele começou a dar em cima dela.

Imediatamente, ela pediu para que ele parasse, pois é casada e não queria ouvir as falas. O motorista, no então, teria continuado.

Em determinado momento, ele teria começado a pegar na mão dela, que tirava a mão e pedia que ele parasse.

À polícia, a jovem disse ter sentido medo, pois estava sozinha no carro. O suspeito chegou a dizer que depositaria dinheiro para a vítima, que “sabia onde ela morava” e que queria sair e ficar com ela.

Apavorada, a jovem pediu para não continuar a corrida, saiu do veículo antes de seu destino e procurou a polícia.

O caso foi registrado como assédio sexual.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGestor de 700 mil crianças?
Próximo artigoNomeação de titular