Jovem é violentada e fotografada nua por homem que conheceu no Facebook

Assaltada e estuprada, a vítima foi encontrada apavorada e, a princípio, se negava a contar o que havia acontecido

Reprodução/ Pixabay

Uma jovem de 26 anos viveu momentos de terror na noite dessa quinta-feira (23) ao sair para um encontro com um homem que conheceu pelo Facebook. Ela foi assaltada, estuprada, fotografada e abandonada na rua. O caso aconteceu no Bairro Sagrada Família, em Rondonópolis (220 km de Cuiabá).

Uma equipe da Polícia Militar que estava em rondas pelo Bairro Sagrada Família encontrou a jovem aos prantos e bastante nervosa. Questionada sobre o que teria ocorrido, ela disse que tinha sido roubada, mas se recusava a dar detalhes do crime, ou características do criminoso.

“A todo momento dizia que não podia falar nada, pois o homem que a havia roubado disse que iria matá-la e também tirou foto da mesma”, consta no boletim de ocorrência.

Com muita conversa, os policiais convenceram a jovem a deixar que a equipe a levasse até em casa, onde a mãe dela foi encontrada e contou, segundo o boletim de ocorrência, que a filha havia saído de casa na noite dessa quinta-feira (23), por volta das 20 horas, para se encontrar com um rapaz que conheceu na internet.

Ainda na casa, a vítima acabou contando para a irmã que além de ter sido roubada e ameaçada, havia sido estuprada. O suspeito, segundo a jovem, a obrigou a tirar a calça e praticou o ato.

Com a informação do estupro – que até então os policiais não tinham, a vítima foi encaminhada, em companhia da irmã, para um pronto-atendimento, onde ela foi medicada e liberada, mas, como ela ainda estava muito assustada, se recusou a tirar as vestes para realizar qualquer exame.

A jovem só contou aos policiais o que havia acontecido depois de passar pelo atendimento médico. Conforme o boletim de ocorrência, ela relatou ter conhecido o suspeito no Facebook e que só sabia o primeiro nome usado por ele: Gilberto.

Os dois marcaram de se encontrar pela primeira vez nessa quinta-feira (23) e “Gilberto” foi buscá-la em uma Toyota Hillux de cor prata. Assim que entrou na camionete, a jovem foi surpreendida pelo suspeito, que sacou um revólver preto e dirigiu até o Bairro Sagrada Família, onde roubou, estuprou, fotografou e abandonou a vítima.

Ele fugiu em direção ao Bairro Cophalis, levando a carteira da jovem com todos seus documentos, um cartão de banco e um celular.

O caso foi registrado como roubo, estupro e ameaça e será investigado pela Polícia Judiciária Civil. O suspeito ainda não foi identificado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGoverno do Rio transfere 2.400 presos
Próximo artigoTJ mantém condenação de mercado que confundiu cliente com pedinte