Jovem coloca soda cáustica em biscoito para matar o irmão e acaba envenenando o sobrinho de dois anos

O menino está em estado grave; a jovem, que estava gestante de oito meses, queria se vingar pelo fato de o irmão comer seus biscoitos

Foto ilustrativa/Getty Images

Um menino de dois anos foi internado na última segunda-feira (16) no Hospital Municipal de Santa Terezinha (1.320 km de Cuiabá), após comer um biscoito envenenado com soda cáustica.

A Polícia Militar foi acionada e a história por trás do envenenamento deixou o caso ainda mais extraordinário. O menino não era o alvo da tia, de 19 anos, que havia colocado o produto do biscoito, mas sim outra criança, irmão da jovem.

Envenenamento

Segundo informações da Polícia Militar do município, a equipe foi acionada por uma enfermeira do Hospital Municipal depois que a própria criança disse que havia sido envenenada pela tia.

Quando os policiais chegaram, o menino já havia sido encaminhado para o Hospital Municipal de Confresa (1160 km de Cuiabá), devido à gravidade do caso.

Policiais militares e civis foram até a casa da vítima e encontraram a suspeita, de 19 anos, que afirmou que tinha sim colocado soda cáustica nos biscoitos, mas com a intenção de matar o irmão.

Segundo a Polícia Civil, a jovem afirmou que o irmão sempre comia seus biscoitos sem a sua autorização e, cansada da situação, ela resolveu colocar a substância tóxica no alimento e deixar os pacotes embaixo da cama para o irmão comer.

À Polícia Militar ela também disse que o irmão costumava bater em sua barriga – ela estava grávida de oito meses -, o que também a incomodava.

Porém, ao invés do irmão, quem acabou comendo o biscoito foi o filho de sua outra irmã, o sobrinho de apenas dois anos.

Assim que ela e a irmã perceberam o que tinha acontecido, as duas entraram em desespero e socorreram a criança, correndo com ela para o hospital.

Segundo susto

Após assumir o feito, ela foi presa em flagrante e encaminhada para a delegacia, onde foi autuada pelo crime de tentativa de homicídio.

A sucessão de fortes acontecimentos, porém, acabaram fazendo a jovem passar mal, afinal, ela estava chegando ao fim da gestação, já se encontrava de 38 semanas.

Na delegacia de Santa Terezinha, ela apresentou sangramento e precisou ser imediatamente levada para o Hospital de Confresa, onde o sobrinho também está internado.

Por fim, foi necessário fazer uma cirurgia cesária e ela deu a luz ao bebê.

Diante do ocorrido, a Justiça converteu a prisão dela de flagrante para preventiva com prisão domiciliar.

A investigação, no entanto, continua e ela responderá pelo crime de tentativa de homicídio.

O sobrinho segue internado em estado grave.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.