Jardim Itália ganha redes de esgoto

Mês de dezembro começa com obras de instalação das tubulações; tratamento será realizado na ETE Dom Aquino

Legenda: Concessionária realiza análises técnicas para instalação das novas redes de esgoto

Moradores do bairro Jardim Itália, localizado na região Leste da capital mato-grossense, vão passar a contar com os serviços de esgotamento sanitário doméstico. A instalação de 2,5 mil metros de tubulações ocorre durante todo este mês e faz parte do programa de expansão da cobertura de saneamento básico da cidade. Realizadas pela Águas Cuiabá, empresa do Grupo Iguá, as obras estão previstas para serem concluídas ainda em dezembro.

“Iniciamos o último mês do ano levando melhorias importantes aos moradores do Jardim Itália. Neste 2020 sensível, de pandemia, conseguimos prosseguir com as ações de expansão do saneamento cuiabano, adotando todos os protocolos de combate ao coronavírus, protegendo nossos colaboradores e equipes terceirizadas”, observa William Figueiredo, diretor geral da Águas Cuiabá.

Passada a fase de instalação de tubulações e testes operacionais, chegará o momento de os clientes efetuarem as conexões às novas redes coletoras de esgoto. Finalizadas as obras, os profissionais da concessionária visitarão as residências e os comércios das localidades contempladas, apresentando os procedimentos a serem tomados para a efetivação do processo de coleta.

Tráfego – As obras, que irão interromper parcialmente o trânsito durante alguns períodos do dia em vias movimentadas, tiveram seu cronograma apresentado à Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob). Os trabalhos estão programados para ocorrer a partir do dia 1º de dezembro, no período de 7h30 às 19h.

Confira o calendário de obras desta semana:

Dia 01/12 a 05/12 – Avenida Roma

Dia 03/12 – Rua Bergamo

Legenda: Concessionária realiza análises técnicas para instalação das novas redes de esgoto
Legenda: Concessionária realiza análises técnicas para instalação das novas redes de esgoto

Sobre a Águas Cuiabá – Por meio de concessão plena com validade de 30 anos, a Águas Cuiabá assumiu os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário na capital matogrossense em 2012. A empresa atende a 613 mil pessoas e tem como objetivo universalizar o acesso da população à água de qualidade e à coleta e tratamento de esgoto. Desde 2017, faz parte da Iguá Saneamento, companhia que está presente em 37 municípios brasileiros e que alcança 6 milhões de pessoas com o compromisso de ser a melhor empresa de saneamento para o Brasil.

 

Sobre a Iguá Saneamento  A Iguá é uma companhia de saneamento, controlada pela IG4 Capital, que atua no gerenciamento e na operação de sistemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário por intermédio de concessões e de parcerias público-privadas. Atualmente, está presente em 37 municípios de cinco estados brasileiros – Alagoas, Mato Grosso, Santa Catarina, São Paulo e Paraná – por meio de 18 operações que, somadas, beneficiam cerca de 6 milhões de pessoas. O alcance dos serviços prestados pela companhia a coloca entre os principais operadores privados do setor de saneamento do país. Em 2020, a Iguá aderiu à Rede Brasil do Pacto Global, iniciativa da Nações Unidas (ONU) para mobilizar a comunidade empresarial na adoção e promoção, em suas práticas de negócios, de Dez Princípios universalmente aceitos nas áreas de direitos humanos, trabalho, meio ambiente e combate à corrupção. A companhia foi eleita, em 2019, pelo terceiro ano consecutivo, uma ótima empresa para se trabalhar pela consultoria Great Place to Work (GPTW). Atualmente, emprega cerca de 1,5 mil pessoas. O nome Iguá é uma referência direta ao universo em que atua: em tupi-guarani, “ig” quer dizer água. www.iguasa.com.br.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMP investiga prefeito de Rondonópolis por suspeita de superfaturamento
Próximo artigoContrato de R$ 1,3 milhão