Jardim Imperial 2: posto de saúde está pronto, mas desativado por conta da falta de equipamentos

Comunidade aguarda há 10 anos pela obra, que foi danificada por vândalos em busca de fios elétricos

A Unidade Básica de Saúde (UBS) do Jardim Imperial 2, em Cuiabá, está com as obras estruturais concluídas, porém sem mobília e equipamentos.  O prédio é aguardado há 10 anos pela comunidade e vem sendo alvo de vândalos, que invadem o local para roubar a fiação.

A situação foi denunciada pelo Sindicato dos Médicos de Mato Grosso (Sindimed) que aponta como agravante a sobrecarga da unidade vizinha, no bairro Jardim Imperial. Além de atender a demanda da comunidade a qual está inserida, as equipes precisam se desdobrar para absorver a demanda, aumentada por conta da expansão imobiliária na região e abertura de novos bairros ao longo da avenida das Torres.

De acordo com o presidente do Sindimed, Adeildo Lucena, a UBS do Jardim Imperial 2 está pronta e possui uma estrutura que poderia melhorar muito o atendimento à população do grande Jardim Imperial: condomínio da linha dos Rios, condomínios existentes aos arredores da avenida das Torres e dos condomínios MRV, Recanto dos Pássaros, Jardim Universitário, e outros bairros ao redor.

Unidade do Jardim Imperial está absorvendo a demanda reprimida da região. (Foto: divulgação/ Sindimed)

No entanto, segundo ele, encontra-se abandonada, tomada pelo mato simplesmente porque a prefeitura de Cuiabá não consegue equipar a UBS.

“Não basta construir prédios, tem que equipar e fazer a manutenção. É necessário ter o que na saúde se tem de mais precioso: os profissionais de saúde”, afirma Adeildo Lucena, presidente do Sindicato dos Médicos de Mato Grosso (Sindimed-MT).

O que a prefeitura diz sobre o assunto

A prefeitura de Cuiabá informa que os equipamentos já estão em fase de licitação e a previsão é inaugurar o espaço no final do mês.

Leia nota da íntegra:

” Em relação à UBS Jardim Imperial 2, a Secretaria Municipal de Saúde informa:
-É uma obra que foi iniciada em gestões anteriores e que foi completamente abandonada apenas no “esqueleto”;
-Nesta gestão ela foi totalmente concluída. Para ser inaugurada está aguardando mobiliário e a finalização da licitação para a aquisição de ar condicionado. A previsão de inauguração é no final deste mês;
-Devido à espera do processo de licitação, a unidade foi alvo de furtos da fiação, que está sendo refeita;
-Apenas nesta gestão foram construídas e inauguradas 6 novas unidades de saúde, sendo 4 Unidades Básicas, a UPA Verdão e o HMC.
-Além disso, foram reformadas / ampliadas 31 Unidades Básicas e 7 unidades de saúde da Secundária, entre Residências Terapêuticas, Serviço de Atendimento Especializado – SAE e Centro de Reabilitação.”

(Com informações da Assessoria do Sindimed)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCriança conta na escola ser abusada pelo pai desde os seis anos
Próximo artigoPelo Twitter, Ciro Gomes suspende candidatura à presidência