Jabs e clinches

O boxe pouco produtivo de Pedro Taques e Zeca Viana

O governador Pedro Taques (PSDB) pediu para o presidente da Assembleia Legislativa, Eduardo Botelho (DEM), tentar acalmar o deputado estadual Zeca Viana (PDT) em razão das críticas para lá de ácidas que este tem feito ao governo, em entrevistas recentes.

Nesta quinta-feira (19), em duas entrevistas, Zeca respondeu a uma fala de Taques, que disse ter rompido com ele e com Otaviano Pivetta (PDT) por ambos serem “milionários que queriam mandar no governo” e colocar-lhe um “cabresto”.

Zeca disse que emprestou seu avião para Taques viajar durante a campanha eleitoral e, uma vez eleito, virou-lhe as costas.

O embate entre Taques e Zeca já dura praticamente três anos e meio. Nos infinitos rounds, nenhum dos dois ainda foi à lona, como em uma luta de boxe em que ninguém quer tomar a iniciativa e tentar o nocaute, mas de vez em quando um acerta um golpe abaixo da linha de cintura.

Pelo visto até agora, a vitória de um ou outro, ou a derrota de ambos, será decidida por pontos, em outubro.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPrograma Endereço Certo está na 13ª edição da Caravana da Transformação
Próximo artigoAção prescreve e deputado não será punido por contratos com Federação de Vôlei

O LIVRE ADS