Isolamento social cai, mas pequenos negócios ainda têm baixo movimento

Mais da metade dos empresários entrevistados diz que o movimento é ainda inferior ao do início do ano

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Mesmo após a redução do isolamento social no país, com a reabertura da maioria das atividades econômicas, o movimento observado por microempreendedores ainda é consideravelmente menor do que no pré-pandemia. É o que mostra uma nova pesquisa da SumUp, instituição financeira que presta serviços de máquina de cartão para pequenos negócios.

A rodada da pesquisa foi realizada entre os dias 11 e 16 de novembro, com 1,5 mil clientes da empresa em todo o país. A ideia é entender o impacto da covid-19 na atual fase da pandemia.Os números mostram que 58% dos pequenos negócios que reabriram ainda tem  movimento inferior ao do início do ano. Entre os que mantêm pontos de venda fechados, 90% informam baixo movimento nos negócios.

Pessimismo ou otimismo?

Em seu levantamento, a pesquisa da SumUp mostra que 37% dos donos de pequenos negócios acreditam quem o movimento vai melhorar com a proximidade do Natal. Outros 10% acreditam que o movimento vai aumentar muito, mas 24% demonstram pessimismo e preveem queda nas vendas.

“Não temos certeza de nada. O movimento ainda é baixo e não posso dizer que haja um otimismo de que as coisas vão melhorar. Se acontecer uma segunda onda, como dizem, o futuro das empresas está ainda mais comprometido“, afirmou Fábio Marinho, dono de uma loja de presentes em Cuiabá.

Outro ponto nessa rodada de pesquisa é a consolidação da venda online como uma das principais estratégias de negócios. O setor teve adesão de quase 100% dos empreendedores, que formam a base de clientes da empresa.

Esse movimento de adoção da venda online tem sido progressivo e já foi observado desde o início da pandemia.

(Com Agência Brasil)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorGeladeira velha? 450 famílias em Cuiabá e Várzea Grande vão ganhar uma nova
Próximo artigoPai é detido por espancar a filha adolescente ao ver foto dela beijando a amiga