Integrante de quadrilha especializada em roubo de gado é preso

Prisão aconteceu nessa quinta-feira (25), em Várzea Grande

Foto: Ednilson Aguiar/O Livre

A equipe de investigação da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (DERF) de Cuiabá localizou nessa quinta-feira (25), em Várzea Grande, um foragido da Operação Mahyas, que estava com um mandado de prisão preventiva em aberto.

A operação foi realizada em 2020 para desarticular uma organização criminosa envolvida em roubos, furtos e receptação de gado na região metropolitana da Capital e interior do Estado.

I.G.S., de 39 anos, estava escondido em um sítio na localidade de Capão das Antas, zona rural de Várzea Grande. Ele responde por furto, roubo qualificado de gado e organização criminosa.

Após a prisão, ele foi encaminhado à delegacia para formalização do mandado e depois será apresentado em audiência de custódia da Justiça.

Mahyas

A 7a Vara Criminal de Atuação contra o Crime Organizado da Capital deferiu 53 mandados, entre buscas e prisões  para a Operação Mahyas. Também autorizou o sequestro de bens de alvos da organização criminosa.

Durante a operação, ainda foram suspensas as atividades comerciais de três açougues que vendiam carnes provenientes de abatedouros clandestinos.

De acordo com os levantamentos, a atuação da organização criminosa causou um prejuízo de mais de R$ 3 milhões para as vítimas.

Para praticar os crimes, o grupo rendia moradores e funcionários das propriedades rurais, os mantendo em cárcere privado até efetivarem o roubo dos animais e deixando o local somente após o gado ser desembarcado no destino onde ficaria escondido.

A expressão “mahyas” é uma das origens da palavra máfia.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorHomem é ferido por companheira com pedaço de espelho e se recusa a denunciá-la
Próximo artigoPolícia suspende manifestação pacífica contra lockdown no interior de São Paulo