Inscrições de filmes para mostra de cinema da UFMT é prorrogada para o dia 29

Curtas das categorias documentário, ficção e experimental poderão ser inscritos em duas modalidades, universitária e independente

Foi prorrogado para 29 de julho o prazo de submissão de filmes para a 17ª edição da Mostra de Audiovisual Universitário da América Latina (MAUAL), realizada pelo Cineclube Coxiponés da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). O evento que acontece entre os dias 15 e 19 de outubro, é uma das principais vitrines da produção audiovisual universitária e independente do Brasil e da América Latina.

Poderão participar da Mostra Competitiva realizadores universitários – estudantes, professores e técnicos administrativos – e independentes realizadores autônomos ou ligados a produtoras independentes, de acordo com as normas da Agência Nacional do Cinema (Ancine) – que tenham lançado curtas audiovisuais entre os anos de 2017 e 2018 e que não tenham sido inscritos ou exibidos em edições anteriores da Mostra.

Curtas das categorias documentário, ficção e experimental poderão ser inscritos em duas modalidades universitária ou independente, e deverá ter no máximo 26 minutos de duração (incluindo os créditos). Cada realizador poderá se inscrever em uma única modalidade e participar do processo de seleção com até dois curtas.

O curtas inscritos serão avaliados por uma comissão de seleção de acordo com critérios do regulamento, além da originalidade e criatividade das produções. Os nomes dos selecionados serão divulgados a partir de 31 de agosto. A programação de exibições e oficinas da MAUAL acontece no Centro Cultural da UFMT.

A MAUAL é realizada em parceria dos cursos de Radialismo e de Cinema & Audiovisual da UFMT e da Associação Mato-grossense de Audiovisual (MTCINE). As atividades integram a Temporada Cultural e Artística UFMT 2018 e a Agenda Cuiabá Tricentenária.

As inscrições podem ser feitas AQUI.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCármen Lúcia: resposta judicial deve ocorrer sem quebra de hierarquia
Próximo artigoPF faz operação de combate ao tráfico internacional de drogas