Inglaterra sai da União Europeia e cartazes “avisam” que só é permitido falar em inglês

Xenofobia ataca em Londres

Após o Brexit no dia 1 de fevereiro – quando o Parlamento decidiu que a Inglaterra não mais fará parte da União Europeia – diversos cartazes apareceram em condomínios ingleses “avisando” que o idioma que deve ser falado dentro e nos arredores das residências é o inglês.

Isso causou um desconforto racial bastante incômodo na sociedade britânica, que agora aposta na investigação da polícia para resolver esse problema.

A notificação diz que “o idioma da Rainha é o inglês falado aqui” e completa: “Finalmente conseguimos nosso país de volta. O governo em breve mudará as regras que deixarão novamente os britânicos em primeiro lugar. Então, evoluam ou deixem o país. Deus salve a Rainha”.

A polícia de Norfolk comentou ao The Guardian que os cartazes foram removidos e agora estão sob análise da perícia, que também possui os vídeos das câmeras de segurança de um dos locais onde o texto apareceu.

Uma porta-voz comentou que “não há mais lugar para ódio e intolerância na sociedade. Ninguém deve ser intimidado pois agora, mais do que nunca, é importante nos mantermos unidos contra hostilidades”.

Confira o cartaz:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorBoi que deixa dinheiro
Próximo artigoOscar 2020: os indicados também ganham presentes que podem custar US$ 215 mil