Incoerência de Galli

Senadora eleita destaca que população não aceita mais radicalismo

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

A senadora eleita Selma Arruda (PSL) não poupou críticas ao presidente estadual de seu partido, Victório Galli, deputado federal que não conseguiu se reeleger.

Selma disse que faltou coerência do colega de sigla e criticou posições preconceituosas supostamente propagadas por ele. A senadora eleita destaca que a população não aceita mais radicalismo, seja de esquerda ou de direita.

“Não é uma posição de centro, é uma posição de coerência mesmo. Não pode excluir determinada categoria de pessoas, determinados gêneros ou determinada situação e achar que isso é coerente. O político tem que representar o povo em geral, não apenas seus princípios e sua religião ou ideologia”, disse ela, durante entrevista à rádio Capital FM.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSesc Porto oferta oficinas para aspirantes a youtubers e interessados nas artes circenses
Próximo artigoMaduro culpou o Homem-Aranha por aumento da criminalidade na Venezuela