Incêndio florestal na nascente do rio Paraguai é controlado

Estima-se que cerca de 700 hectares, 0,9% da unidade, tenham sido consumidos pelo fogo; Incêndio durou 4 dias e 12 horas

O incêndio florestal que atingiu a Área de Proteção Ambiental (APA) Estadual Nascentes do Rio Paraguai foi controlado na manhã desse sábado (11). Devido à alta temperatura e ventos fortes na região, duas equipes do Batalhão de Emergências Ambientais do Corpo de Bombeiro Militar (BEA/CBMMT) permanecerão em vigilância no local por 24h evitando uma possível reignição do fogo.

A Unidade de Conservação, localizada no município de Alto Paraguai, abriga a nascente de um dos principais rios que forma o Pantanal, região considerada pela UNESCO como Patrimônio Natural Mundial e Reserva da Biosfera.

Bombeiros militares, servidores da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema-MT), brigadistas civis e produtores rurais formaram o time de 21 pessoas que atuou diretamente no combate ou auxiliou na ação. Estima-se que cerca de 700 hectares, 0,9% da unidade, tenham sido consumidos pelo fogo.

Histórico

O incêndio, que durou 4 dias e 12 horas, foi detectado no final da tarde de terça-feira, 07 de agosto, no setor sudoeste da APA. Ao constatar que área é de difícil acesso, devido ao relevo acidentado, a Base Descentralizada Bombeiro Militar (BDBM) de Alto Paraguai acionou o BEA. Para controlar os focos, também foi chamado o Grupo de Aviação Bombeiro Militar (GAVBM), que durante sobrevoo realizou o combate ao incêndio com maior chance de propagação.

Na noite de sexta-feira (10), após o dia todo em combate direto, a equipe terrestre do BEA manteve vigilância no local para evitar que o fogo se propagasse. Na manhã de sábado (11), a equipe realizou combate direto nos pontos quentes que ainda restavam. Às 10h o GAVBM, com apoio da aeronave Air Tractor 802F, realizou dois lançamentos em pontos quentes remanescentes para evitar o retorno do fogo. Às 10h40, após sobrevoo em toda área, foi constatado que o incêndio foi controlado.

Para realizar o combate, foram empregados uma aeronave Air Tractor, viaturas tipo Pick Up, caminhão pipa, auto tanque de combustível e uma piscina com volume para 18m3. Os profissionais também utilizam sopradores e kits de equipamentos necessários para extinguir o fogo.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorParalisado há uma semana, Hospital Geral poderá retomar cirurgias eletivas
Próximo artigoTaques contorna crise com PGE e mantém secretários no cargo