Igrejas abertas em Sinop?

Vereadores aprovaram um projeto de lei que considera culto religioso como atividade essencial

Imagem Ilustrativa (Foto: Ednilson Aguiar/O Livre)

Os vereadores de Sinop (478 km de Cuiabá) aprovaram na segunda-feira (8) um projeto de lei que considera igrejas e templos religiosos como atividade essencial.

Se o texto for sancionado pelo prefeito Roberto Dorner (Republicanos), as igrejas e templos passarão a ter o direito de realizar atividades sem qualquer restrição de horário enquanto vigorar a pandemia da covid-19.

O projeto de lei foi apresentado em conjunto pelos vereadores Toninho Bernardes (PL), Moisés do Jardim do Ouro (PL) e Hedvaldo Costa (Republicanos).

Do total de 15 vereadores, houve apenas um voto contrário. A vereadora petista Professora Graciele.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSem fluxo para pagar os de 2020, bares e lojas em shopping querem novos empréstimos
Próximo artigoVídeo | Gaúchos pedem fim de lockdown e impeachment de Eduardo Leite