Idoso oferece R$ 10 para abusar de vizinho de 12 anos

Segundo relato do menino, o idoso o chamou pelo portão e o convidou para entrar, dizendo que sua esposa não estava presente

Imagem ilustrativa/Pixabay

Um idoso de 61 anos foi preso nessa quinta-feira (22) após oferecer R$ 10 para que um vizinho de apenas 12 anos o masturbasse.

O caso aconteceu no Bairro Nossa Senhora Aparecida, em Cuiabá, por volta das 11 horas.

A Polícia Militar foi acionada pela mãe da vítima, que contou que seu filho havia entrado em casa desesperado e nervoso, dizendo que um vizinho o havia aliciado para praticar um ato libidinoso.

Segundo o relato do menino, o idoso o chamou pelo portão da casa dele e o convidou para entrar, dizendo que a esposa dele não estava.

Quando a criança se aproximou, o vizinho ofereceu R$ 10 para que a criança o masturbasse.

Assustado, o menino olhou para os lados, viu um picolezeiro se aproximando, sentiu-se mais seguro, respondeu que não e saiu correndo até em casa, onde contou para a mãe o ocorrido.

A mãe acionou a polícia, relatou o que havia acontecido e disse que o idoso que havia cometido o crime é aposentado, mora na mesma rua que ela e o filho e, frequentemente, faz uso de bebida alcoólica. Segundo a mulher, às vezes o idoso até mesmo pede moedas aos vizinhos para beber. E ela não tem contato com ele.

Os policiais foram até a casa do suspeito e o encontraram no local. Ele não ofereceu resistência, trancou a casa e foi encaminhado para o Plantão da Delegacia da Mulher, em Cuiabá.

Após a denúncia, familiares do suspeito foram até a casa da mãe da criança ameaçá-la caso ele fosse preso.

O caso foi registrado como tentativa de estupro de vulnerável e importunação sexual.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“Tinder eleitoral”: plataforma ajuda a escolher candidatos para eleições
Próximo artigoJuíza defere Vera Bertolini