Idoso investigado por pedofilia contra uma criança de 10 anos é preso em Cuiabá

O suspeito é amigo da família desde o ano de 2016 e costumava frequentar a casa da vítima

Foto Ilustrativa

A Polícia Civil de Chapada dos Guimarães cumpriu mandados de prisão e de busca e apreensão domiciliar contra um homem suspeito de crimes pedofilia praticados contra uma criança de 10 anos no município.  As ordens judiciais contra o suspeito, de 64 anos, foram cumpridas em Cuiabá.

As investigações foram iniciaram no mês de outubro após a Polícia Civil de Chapada dos Guimarães receber a denúncia feita pela mãe da vítima de que a sua filha estaria sofrendo abusos praticados pelo suspeito.

Segundo a comunicante, o suspeito é amigo da família desde o ano de 2016 e costumava frequentar sua casa, na região de zona rural na comunidade de Cachoeira Rica, ocasião em que aproveitava diferentes oportunidades para praticar os abusos contra a sua filha.

Os abusos contra a menor vinham ocorrendo desde 2017, tendo o suspeito praticado diversos atos libidinosos, como se esfregar e passar a mão pelo corpo da criança, além de mostrar o órgão genital para a menina. O investigado também tinha o costume de mostrar a arma de fogo que ele usava para a menina e seus irmãos.

Diante das evidências, o delegado de Chapada dos Guimarães, Alexandre da Silva Nazareth representou pelo mandado de prisão e de busca e apreensão contra o suspeito pelo crime de estupro de vulnerável, que foram deferidos pela Justiça.

Nesta segunda-feira (08), os policiais de Chapada dos Guimarães foram até a residência do investigado, no Bairro Parque Residencial Universitário, em Cuiabá, onde foi dado cumprimento às ordens judiciais.

O suspeito foi conduzido à delegacia, onde será interrogado e posteriormente encaminhado para a Cadeia Pública de Chapada dos Guimarães.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorJustiça mantém prisão de 12 acusados de integrar Comando Vermelho
Próximo artigoParecer favorável: ALMT pode derrubar veto e autorizar RGA a servidores do Judiciário