Idoso de 70 anos é agredido por atendente do DAE ao cobrar por água em sua rua em VG

Vítima afirma ter sido empurrada violentamente para fora do DAE, sob a ameaça de que atendente mostraria "quem ele era"

(Foto: Ednilson Aguiar/O Livre )

Um idoso de 70 anos procurou a polícia nessa quarta-feira (8) após ser agredido por um atendente do Departamento de Água e Esgoto (DAE) de Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá).

Segundo relato do idoso, ele está com problemas de falta de água em sua rua, no Loteamento São Marcos, em Várzea Grande, e há um registro do DAE próximo à rua.

Para que haja fornecimento de água na rua da residência do idoso, ele afirma que é preciso que o DAE “abra” esse registro.

Na semana passado, ao ficar sem água, o idoso pediu que o DAE abrisse esse registro e isso foi feito, então a água voltou.

Com a falta de água novamente nesta semana, o idoso foi até o DAE nessa quarta-feira, por volta das 8h30, pedir que abrissem o registro mais uma vez.

No local, ele reclamou da falta de água e afirmou para o atendente que paga as contas em dia. O atendente, no entanto, segundo o idoso, ficou alterado e disse:

“Quem você pensa que é? Vou te mostrar quem eu sou”, e empurrou o idoso violentamente para fora do DAE.

Após o ocorrido, o idoso procurou a polícia e registrou um boletim de ocorrência alegando que ficou muito constrangido e abalado, visto que tem 70 anos, problema de pressão e usa marca-passo.

O caso foi registrado como constrangimento ilegal e injúria.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCovid-19: Várzea Grande começa a vacinar os idosos com a terceira dose
Próximo artigoUFMT inaugura usina fotovoltaica