Idoso de 109 anos vence a covid-19 após 15 dias de internação em Cuiabá

Médico acredita que a vacina preparou o organismo do idoso e contribuiu para o não agravamento da doença

(Foto: Luiz Alves / Prefeitura de Cuiabá)

Seis pacientes receberam alta no Hospital Municipal São Benedito, que atua exclusivamente para tratamento da covid-19, nessa terça-feira (23). Foram homens que passaram entre seis e 15 dias internados. Dentre eles, o que mais chamou a atenção da equipe foi o caso de João Daniel dos Santos, que tem 109 anos e contraiu a doença após já estar vacinado.

“Isso aí é Deus. Mas, com certeza, a vacina ajuda a preparar o organismo para uma eventual infecção e contribui para o não agravamento da doença”, disse o médico Giovane Fortuna, que atende na unidade.

O senhor João Daniel ficou internado no Hospital São Benedito por 15 dias, sendo os seis primeiros em leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por conta da baixa saturação. A neta dele, Natália Gomes, 21 anis, conta que o avô sempre foi uma pessoa muito ativa e lúcida. Apesar de ter sido fumante durante muitos anos, cultiva outros hábitos saudáveis, como andar de bicicleta, e vinha se cuidando para não contrair a doença.

“Ele não teve muitos sintomas, apenas falta de ar. Eu media a saturação dele em casa e vi que estava baixa e o convenci a ir ao médico. Foi uma surpresa para toda a família, porque ele fica mais tempo em casa, só sai para pedalar. Não tem aglomeração em cima dele, quando vamos na casa dele é sempre com máscara, com cuidado, mesmo depois dele ter se vacinado. Fizemos o exame de covid e de todo mundo deu negativo, até o dele. O médico detectou através da tomografia”, relata.

Enquanto aguardava o avô na recepção do hospital, Natália elogiou o atendimento dispensado ao senhor João Daniel durante a internação.

“A pessoa que nos atendeu quando ele foi internado nos passou total confiança, nos passou todas as informações, falou que teria a visita virtual. Isso foi numa segunda-feira. Na terça, eles já fizeram a visita virtual. Na outra semana, fizemos novamente. Nas chamadas, ele falava que estava bem, que estava sendo bem tratado, que iria ficar bem logo”, conta a neta.

E a esperança do idoso se concretizou. “Estou alegre porque estou indo pra casa bem. Passava muita coisa diferente pela minha cabeça, mas Deus ajudou que o povo aqui me ajudou. Equipe melhor do que essa não pode ter, é boa demais!”, disse João Daniel ao sair do hospital. Bem-humorado, o pernambucano nascido em 22 de maio de 1912 ainda falou da enorme vontade de rever os nove filhos e muitos netos.

O enfermeiro André Silva, que há dois anos e meio trabalha no Hospital São Benedito, afirma que João Daniel foi um paciente especial e o mais idoso já internado na unidade, desde o início da pandemia.

“Ele surpreendeu todo mundo, porque chegou praticamente já indo para a UTI e, de um dia pro outro, foi lutando, a gente dando aquela força, e ele foi só melhorando, diminuindo o oxigênio via cateter. Começou a levantar, tirou a sonda. É uma pessoa forte, que gosta de se alimentar bem. Pra gente é uma satisfação enorme ver ele bem. Aí é que dá mais vontade da gente lutar contra essa doença”, afirma.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorQuem é beneficiado com a volta das coligações partidárias para 2022?
Próximo artigoSesp realiza leilão de helicóptero, aeronave e veículos apreendidos em operações contra o tráfico