Idosa condenada por permitir estupros contra sobrinha de nove anos é presa

Filho e marido da idosa estupravam a criança, ela sabia e não fazia nada; os outros dois condenados seguem foragidos

Foto: Pixabay/Livre reprodução

Policiais civis da Delegacia de Barra do Bugres (168 km a médio-norte de Cuiabá) cumpriram na terça-feira (15.12), o mandado de prisão contra uma idosa, de 67 anos, considerada foragida da Justiça por envolvimento em crime de estupro de vulnerável.

Segundo informações, a suspeita pegou a guarda da sua sobrinha e a levou para morar em uma região de pesqueiros, às margens do Rio Sepotuba. A partir do ano de 2007, a vítima, na época de apenas nove anos de idade, passou a ser estuprada diariamente pelo próprio primo (maior de idade), filho da suspeita, que era conivente com os fatos.

A menor foi estuprada por três anos consecutivos, sendo também vítima de estupro praticado pelo marido da suspeita em ocasiões diferentes. Após serem denunciados, os três suspeitos (tia/tio e primo) passaram a responder pelo crime, ocasião em que fugiram da região para lugar incerto.

Os autores da violência sexual contra a menor tiveram as sentenças trazidas em julgado em outubro de 2016, tendo a ordem de prisão decretada e sendo considerados então foragidos da Justiça.

Nessa terça-feira (15), os investigadores da Delegacia de Barra do Bugres conseguiram localizar a suspeita, dando cumprimento a ordem de prisão.

Ela foi encaminhada para a Delegacia de Barra do Bugres para as providências cabíveis e posteriormente colocada à disposição da Justiça. Os demais envolvidos no fato continuam foragidos.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCom campanha100% digital, Estação sorteia maior prêmio de fim de ano da capital
Próximo artigoHomem procura a polícia por não aguentar mais ligações de cobrança