Ideal era não ter imposto

Deputado diz que não aprovar projeto pode ser pior ainda

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Antes da votação do Projeto de Lei Complementar 53/2019, o deputado estadual Max Russi (PSB) destacou que o ideal para sociedade era que não houvessem impostos. Isso, no entanto, seria impossível.

O projeto do governo altera incentivos fiscais e pode amentar a cobrança sobre determinados produtos.

Primeiro-secretário da Assembleia, Max lembra que a proposta tem que ser votada até o fim do mês, sob risco de Mato Grosso perder todos os incentivos.

“O cenário será muito pior se esse projeto não for votado. Temos que pensar no Estado. Vamos adequar e melhorar o projeto”, defendeu.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorCaminhoneiro mata colega por lugar na fila de abastecimento
Próximo artigoVídeo | Câmera registra policial “plantando drogas” durante blitz na Flórida

O LIVRE ADS