Homem tenta matar a ex por ela não querer conversar

Apesar do susto, vítima passa bem. Suspeito está foragido

(Ednilson Aguiar / O Livre)

Uma mulher de 31 anos sofreu uma tentativa de feminicídio nesse domingo (13) após se negar a conversar com o ex-companheiro, de 34 anos. O caso aconteceu no bairro Beira Rio, em Dom Aquino (170 km de Cuiabá).

Segundo relato da vítima, na manhã desse domingo o suspeito chegou à casa dela, entrou sem permissão e se deitou na cama. A mulher, então, saiu e foi para a casa de uma prima.

O ex, no entanto, foi até o local e a chamou para uma conversa. Ela negou e ele tirou uma faca da cintura e deu um golpe. Em seguida, o homem fugiu, pois testemunhas tentaram pegá-lo.

A vítima foi socorrida e levada para um hospital. A Polícia Militar foi acionada, ouviu a vítima na unidade de saúde e saiu em busca do suspeito.

O acusado foi visto entrando em um terreno baldio e a polícia foi até o local. Durante as buscas, porém, uma testemunha do crime tentou fazer justiça com as próprias mãos e acabou atrapalhando a PM.

O homem pegou um fação e saiu gritando que ia matar o suspeito. Os policiais ordenaram que ele soltasse a arma, mas ele não acatou a ordem até que um dos militares desse um tiro. Por fim, ele fugiu sem ser identificado e deixando o facão para trás.

O suspeito do feminicídio, por sua vez, acabou conseguindo fugir. Somente a faca utilizada por ele e o facão que a testemunha deixou no chão foram apreendidos.

A vítima foi atingida no braço esquerdo, levou cinco pontos e foi transferida para Jaciara (150 km de Cuiabá) para realizar um raio-x.

O caso foi registrado como tentativa de feminicídio.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorButantan adia entrega de dados sobre a Coronavac à Anvisa
Próximo artigoUma ação basta