Homem se passava por piloto de avião para poder embarcar mais rápido e ter tratamento preferencial

A história de um trambiqueiro que acabou se dando mal

Coisas bastante bizarras acontecem na Índia. Dessa vez, um indiano se passou por piloto diversas vezes para poder embarcar mais rápido e ter tratamento preferencial pelas companhias aéreas.

Rajan Mahbubani, 48 anos, proprietário de uma agência de consultoria de Nova Delhi, foi preso recentemente no Aeroporto Internacional Indira Gandhi, depois de se passar por piloto da companhia aérea alemã Lufthansa.

Ele estava prestes a embarcar em um voo da Air Asia para Calcutá, quando a companhia aérea ligou para os escritórios da Lufthansa para confirmar a viagem de um piloto vestindo o uniforme da empresa alemã.

Uma equipe de funcionários da Lufthansa foi enviada para confirmar a identidade do homem, mas depois que confrontaram o suspeito, ele admitiu que estava apenas disfarçado.

Aparentemente, Rajan era um passageiro frequente e usou o disfarce para evitar as habituais verificações de segurança do aeroporto por vários meses antes de ser preso. O uniforme também lhe dava outras vantagens, como tratamento preferencial.

O falso piloto disse à polícia que havia comprado seu uniforme de piloto e crachá de identificação da Lufthansa em uma feirinha popular de Bangkok e que gostava de gravar vídeos do YouTube e TikTok usando vários uniformes.

O empresário indiano foi interrogado pela polícia, pelas agências de inteligência e seu histórico de viagens como piloto e coronel ainda está sendo investigado. Ainda não se sabe quais as acusações foram feitas contra ele.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS