Homem quebra o braço da esposa e a proíbe de ir a hospital

A mulher ficou cerca de 9 horas com o braço quebrado e presa, sem poder procurar ajuda

Foto: Marcos Santos/USP

Uma briga de casal acabou no hospital nesse domingo (13). O que começou em discussão terminou com a mulher, de 43 anos, com o braço quebrado e lesões na cabeça causadas por pancadas.

A Polícia Militar foi acionada em um restaurante no Bairro Jardim das Palmeiras, em Sinop (500 km de Cuiabá), onde o denunciante acreditava estar ocorrendo um assalto, visto que ouvia gritos de socorro vindos de dentro do local.

Ao chegar, os policiais também ouviram os gritos de uma mulher e entraram no estabelecimento, onde primeiro encontraram um homem de 41 anos.

Nos fundos do comércio, uma mulher foi encontrada jogada no chão e contou estar com o braço quebrado e ter sofrido pancadas na cabeça.

Conforme o boletim de ocorrência, ela, então, começou a relatar o que teria ocorrido. Segundo a mulher, os dois são casados e nesse sábado (12), por volta das 15 horas, começaram uma briga e ela teria tentado agredir o marido com uma faca.

O homem reagiu à agressão e quebrou o braço da esposa. Mesmo com o ferimento grave, ele proibiu a mulher de procurar socorro médico e a trancou dentro do restaurante, onde as brigas continuaram o dia todo.

Já por volta de 0h20 desse domingo (13), o casal iniciou uma nova briga e, segundo a mulher, o marido a agrediu com pancadas na cabeça e no resto corpo.

Os dois foram encaminhados ao Hospital Regional de Sinop, onde receberam atendimento médico, devido às lesões em consequência das brigas. A mulher precisou ficar internada, enquanto o homem foi atendido, liberado e conduzido para a delegacia.

O caso foi registrado como lesão corporal, sequestro e cárcere privado – por ele não deixá-la procurar ajuda médica.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

O LIVRE ADS