Homem que receberia R$ 1 mil por tráfico é preso com 215 quilos de cocaína

Drogas estavam na carroceria de uma caminhonete S10 e foram pegas em um carro com pneu furado

Foto: Divulgação

O Grupo Especial de Fronteira (Gefron) prendeu nesta quarta-feira (25) um homem identificado como A.S.F, de 26 anos, acusado de tráfico ilícito de drogas. Ele foi flagrado transportando 200 tabletes de cocaína na carroceria de uma caminhonete S10. Ele chegou a abandonar o veículo, mas foi localizado pelos militares.

O caso foi registrado próximo ao município de Mirassol D’Oeste (distante 300 km de Cuiabá), na região do balneário Lago Azul. O acusado passava por um patrulhamento do Gefron, quando não acatou ordens de parada. Imediatamente, a equipe iniciou perseguição ao veículo pela rodovia.

A.S.F abandonou o carro e fugiu em direção ao bairro Cohab, onde pulou um muro e entrou em uma das casas. Lá, ele foi encontrado embaixo da cama.

Na caminhonete abandonada, os militares encontraram 200 tabletes de cocaína escondidos na carroceria.

Foto: Divulgação

Quando questionado, ele disse que pegou as drogas de um Fiat Strada, que tinha placa de Sumaré (SP), e que o pneu do carro estava estourado. Ainda, disse que a droga seria transportada até o pátio do posto Lemes, em Mirassol, e que receberia a quantia de R$ 1 mil pelo transporte.

Segundo informou, ele foi “contratado” por meio de um bilhete, deixado na caixa de correio da casa de sua mãe, onde ele mora. Ele disse desconhecer o contratante.

A droga foi apreendida e A.S.F levado para a Delegacia Especializada de Fronteira, em Cáceres. O veículo Fiat Strada, onde a droga estava inicialmente, também foi encontrado e apreendido.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorANS e planos de saúde divergem sobre mudanças em reajuste
Próximo artigoHomem é esfaqueado pela esposa e ao prestar queixa vai preso por não pagar pensão