Homem que esfaqueou desafeto no pescoço é condenado a 12 anos

No dia do crime, acusado e vítima tinham discutido por venda e compra de drogas

Depois de ameaçar a polícia, ele tentou fugir (Foto Ilustrativa: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Eliel da Cruz e Silva foi condenado pelo Tribunal do Júri a 12 anos de reclusão, inicialmente em regime fechado, pelo assassinato de Glauber Tadeu Alves da Silva, em abril de 2009, no Bairro Despraiado, em Cuiabá. No mesmo julgamento, neste 9 de julho, os jurados absolveram Reno Marcel Farias do Carmo, que também era acusado.

Segundo denúncia do Ministério Público do Estado, os acusados teriam discutido com a vítima na mesma data do crime, por venda e compra de drogas. Consta no processo que Glauber seria traficante na região, e seu laudo de necropsia apontou a ingestão de cocaína.

Durante a discussão, “em uma reação totalmente desproporcional”, segundo registrou a polícia, os acusados, por vingança, imobilizaram a vítima com um golpe conhecido como “gravata”. Depois, Reno Marcel teria atirado uma pedra contra Glauber.

Desorientada, a vítima caiu no chão, momento em que Eliel teria desferido três golpes de facão em seu pescoço, segundo a denúncia. O traficante chegou a ser socorrido pelo Samu, que o levou para o Pronto-Socorro Municipal. No entanto, ele morreu no trajeto.

Nenhum dos acusados foi preso em flagrante.

Julgamento

Os membros convocados para o Conselho de Sentença consideraram não haver dúvidas quanto a culpabilidade de Eliel, embora “o comportamento da vítima tenha contribuído para o crime”, considerado homicídio qualificado em razão da motivação torpe.

Contudo, optaram por absolver Reno Marcel, não reconhecendo que ele teria concorrido para a prática do crime.

Eliel, que foi condenado a 12 anos de prisão, tem o direito de recorrer em liberdade.

A Justiça destacou que o crime aconteceu há 10 anos e que o acusado respondeu ao processo em liberdade durante todo o tempo, tendo comparecido aos atos processuais, “demonstrando responsabilidade para com a Justiça que lhes deu um voto de confiança”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDiretor de Liga da Justiça produzirá anime para a Netflix
Próximo artigoMinissérie de Falcão e Soldado Invernal terá roteirista de John Wick

O LIVRE ADS