Homem que esfaqueou amiga é condenado, mas não será preso

Crime aconteceu na casa da vítima, onde ela e o agressor estavam bebendo e iniciaram uma discussão

Foto: Ednilson Aguiar / O Livre

Edson Moraes Espírito Santo foi condenado pelo Tribunal do Júri de Cuiabá a quatro anos de prisão em regime aberto, pela tentativa de homicídio contra sua amiga, Adriane Janayana Gomes Alexandria, em Cuiabá. A sentença é do dia 6 de maio.

De acordo com a ação, era por volta das 14h do dia 23 de janeiro de 2010, quando o acusado estava na casa da vítima, no bairro Jardim Liberdade, conversando e bebendo. Em dado momento, uma discussão surgiu entre os dois.

Das palavras agressivas, o caso evoluiu rapidamente para agressão física, sendo que Adriane teria ficado irritada com algumas brincadeiras feitas por Edson e, assim, arremessou um copo contra ele, que ficou machucado. Em seguida, Edson, por sua vez, esfaqueou a amiga.

Depois do crime, ele chegou a ficar preso por um mês e dez dias. Desde então, responde ao processo em liberdade.

Conforme o processo, o caso só não foi mais grave porque o marido de Adriane, que estava presente na hora da briga, impediu Edson de continuar a tentativa de homicídio.

Ao analisar o caso, o júri observou que, embora o comportamento da vítima tenha contribuído para o ato, Edson iniciou a execução de um homicídio, que apenas não foi concretizado “por circunstâncias alheias à sua vontade”. Ainda frisaram que o crime foi cometido por motivo fútil.

Entretanto, por ser réu primário, o conselho de sentença decidiu mantê-lo em liberdade.

“Portanto, não vislumbro os requisitos autorizadores de uma possível prisão provisória, notadamente diante do regime ora estabelecido – o aberto”, diz trecho da sentença.

Edson ainda pode recorrer da decisão.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTCE constata nepotismo na Seduc e determina rescisão de contrato
Próximo artigoAACC promove festa para mães de crianças em tratamento de câncer