Homem que bateu em Macron é condenado a quatro meses de prisão

O homem também perdeu os direitos políticos e será obrigado a fazer tratamento psicológico

(Foto: redes sociais)

O homem que bateu no presidente da França, Emmanuel Macron, foi condenado a quatro meses de prisão em regime fechado por um tribunal de Valence. O episódio aconteceu na última terça-feira (10) e rapidamente viralizou nas redes sociais.

O agressor foi identificado como Damien Tarel, de 28 anos, que ficou 48 horas sob custódia. Na audiência, ele admitiu a agressão. E foi condenado a quatro meses de detenção.

Leia também:

Após o anúncio da sentença, o homem foi encaminhado para uma penitenciária próxima ao tribunal.

Além de preso, ele perdeu os direitos civis por três anos: não pode votar, prestar concurso público ou portar armas de fogo. A Justiça também determinou ainda que o homem tenha um acompanhamento psicológico.

Veja ao vídeo

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorTratamento de câncer: clientes de plano de saúde questionam descredenciamento de clínica
Próximo artigoOverpriced: Investigação da Deccor cruza caminho da CPI dos Medicamentos