Homem passa três dias rondando casa de ex e, por fim, ateia fogo tentando matá-la

(Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Um homem de 38 anos está sendo acusado de colocar fogo na casa da ex-companheira, de 41 anos. O suspeito estava tentando invadir a casa da vítima – que possui medida protetiva contra ele – desde o domingo (12). No momento do incêndio, ocorrido por volta das 19h40 dessa terça-feira (14), a ex-companheira não estava na residência.

O caso aconteceu no Bairro Jardim Maria Tereza, em Rondonópolis (210 km de Cuiabá).

A vítima já possui medida protetiva contra o ex-companheiro há 30 dias. No domingo (12), ele tentou invadir a casa pela primeira vez. Na segunda-feira (13), quando a mulher chegou em casa, encontrou a porta e a janela dos fundos da residência arrombadas.

Ainda na segunda, já no período noturno, ele tentou atear fogo na casa pela primeira vez e arrombou a porta e a janela do fundo do local novamente, além de quebrar a porta da frente.

Nessa terça-feira (14), a mulher saiu para trabalhar e, minutos depois, recebeu uma ligação do proprietário da casa que ela aluga dizendo que seu ex-companheiro havia colocado fogo no imóvel.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas quando chegou ao local os vizinhos já tinham conseguido apagar o incêndio.

Conforme o boletim de ocorrência, o suspeito ateou fogo no quarto achando que a ex-companheira estava lá. O quarto – forros, janelas, porta, tomadas, móveis, roupas, documentos – ficou todo destruído. Parte da sala da casa também foi atingida.

Os vizinhos relataram à polícia que viram o suspeito pulando o muro da casa da vítima e, logo em seguida, viram a fumaça do incêndio. Pouco antes do crime o acusado foi visto em um bar bebendo com a advogada dele. E, na segunda-feira (13), ele pediu demissão da empresa onde trabalhava.

A Polícia Militar fez rondas na região tentando encontrar o suspeito, porém, até o registro do boletim de ocorrência, ele não foi encontrado.

 

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSupermercados desperdiçam R$ 3,9 bi em alimentos por ano, diz Abras
Próximo artigoJuiz diz que Taques faz uso promocional do “Pró-Família” e proíbe propaganda nas redes sociais