Homem morre após discutir e ser esfaqueado pelo genro

O genro chegou a socorrer o sogro e o levou para o hospital, mas a vítima não resistiu ao ferimento e morreu

(Foto: Ednilson Aguiar/ O Livre)

Um homem de 46 anos, identificado como Jefferson de Lima, morreu nesse domingo (5) após ser esfaqueado pelo genro, de 20 anos, no Bairro Residencial Paiaguás, em Cuiabá.

A vítima chegou a ser socorrida pelo suspeito, que levou o sogro para o hospital imediatamente, mas Jefferson não resistiu aos ferimentos e morreu. O genro foi preso pouco depois.

O homicídio, no entanto, tem duas versões. Conforme o boletim de ocorrência registrado pela Polícia Militar, que atendeu o caso primeiro, a filha e a ex-mulher da vítima relataram que tudo começou com Jefferson ameaçando a ex-mulher, que possui medida protetiva contra ele.

Segundo a mulher, o ex-marido estava com uma faca nas mãos e, ao ver a cena, o genro começou uma luta com o sogro para defender a sogra, tomou a faca e deu dois golpes no sogro.

As facadas atingiram o tórax e o pescoço de Jefferson. O genro socorreu o sogro imediatamente, pegando o carro da vítima e a levando para a Policlínica do Verdão.

Em seguida, o rapaz voltou para casa, onde foi detido pela polícia e, depois, encaminhado para a Central de Flagrantes de Cuiabá.

Após a morte de Jefferson, no entanto, a Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) foi acionada para fazer a liberação do corpo da vítima no hospital e registrou outra versão do caso.

A princípio, para a DHPP, Jefferson teria ido à casa do genro, onde teve uma discussão com ele, não com a ex mulher, e foi esfaqueado.

O caso será investigado pela DHPP, que apontará as causas e como exatamente aconteceu o crime.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorEleições 2020: novo calendário tira Carvalho e Gilberto dos planos do DEM
Próximo artigoCuiabá terá barreira sanitária e bairros poderão ser bloqueados