Homem faz mulher refém, tenta esfaqueá-la e é baleado e morto pela polícia

Ele segurava a companheira pelo pescoço, enquanto a ameaçava com uma faca, então um policial reagiu para salvá-la

Ednilson Aguiar / O Livre

Um homem de 31 anos, identificado como Jolison Moreira Fernandes, morreu nesse domingo (21) após tentar matar a companheira, de 34 anos, fazendo-a refém com uma faca, e acabar baleado pela Polícia Militar. O caso aconteceu no Bairro Fronteira, em Santo Antônio de Leverger (43 km de Cuiabá).

A Polícia Militar foi acionada por uma testemunha que viu o suspeito fazendo a companheira de refém. Ela disse na denúncia que o suspeito estava muito agressivo, com duas facas e já havia ferido a mulher.

Uma equipe da PM foi até o local indicado e encontrou o suspeito agarrado com a vítima, segurando-a, com um dos braços dando uma “gravata” no pescoço da vítima e com a outra mão forçando uma faca contra o pescoço dela.

Segundo os policiais que atenderam a ocorrência, Jolison estava bastante alterado, possivelmente sob efeito de drogas, e gritava que iria matar a companheira, pois “a amava”.

Os militares começaram a tentar negociar com ele, tentando fazê-lo soltar a vítima e se entregar. Mas ele só dizia que não iria soltar e que iria matá-la.

Ele arrastava a mulher o tempo todo, forçando a faca no pescoço dela. Vendo o risco que a mulher sofria, um subtenente da PM atirou contra Jolison. Ainda assim, no entanto, ele não soltou a vítima.

A mulher aproveitou o momento para tentar fugir, mas Jolison a segurou e tentou golpeá-la na barriga. Nesse momento, para ajudá-la, o policial atirou novamente e acertou o homem mais uma vez.

A vítima saiu correndo e entrou na casa da mãe dela, onde a ocorrência havia começado. Ela ficou com três cortes na mão. Já Jolison, que havia sido atingido por alguns disparos, caiu no chão.

A ambulância do Hospital Municipal foi acionada, mas apenas pôde constatar o óbito de Jolison.

O caso foi registrado como morte por intervenção de agente do Estado.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVídeo | Jacaré é resgatado ao ser encontrado ao lado do shopping de VG
Próximo artigoMP pede condenação de até 26 anos contra Emanuel e Márcia Pinheiro