Homem estupra diarista contratada pela internet e depois pede desculpas

Após concretizar o estupro, o suspeito ainda pediu desculpas à vítima

Imagem ilustrativa (Foto:Ednilson Aguiar/ O Livre)

Uma jovem de 27 anos foi vítima de estupro ao oferecer serviços de limpeza no site OLX e aceitar trabalhar na casa de um homem desconhecido, em Cuiabá. O suposto crime ocorreu em janeiro, mas só foi registrado na última sexta-feira (7).

A vitima não soube precisar o bairro onde tudo aconteceu, mas descreveu o crime em um boletim de ocorrência registrado na Delegacia Especializada na Defesa da Mulher de Cuiabá.

Conforme o boletim de ocorrência, ela divulgou seus serviços de diarista na OLX para poder se manter, após uma separação recente.

Encontro em ponto de ônibus

O suspeito entrou em contato com ela via chat do site, perguntou o preço dos serviços e mandou o endereço pelo chat do aplicativo.

Como ela não encontrou o endereço no Google, ele se ofereceu para buscá-la em um ponto de ônibus e ela aceitou.

Assim que ela se desceu no ponto, o homem se identificou e ela entrou no carro dele, de cor prata.

Ele começou a andar dizendo que iria para casa e que pagaria pelo serviço quando estivesse finalizado. Porém, após virar várias vezes, entrou em uma rua cercada de mato e começou a fazer perguntas pessoais à vítima.

Entre o questionamento, ele perguntou se a jovem não queria ser namorada dele. Em seguida, começou a dar em cima dela e passar a mão no corpo dela.

Depois, puxou a calça dela, a puxou para o colo dele e, enquanto ela batia nele e tentava sair do carro – mas a porta estava trancada -, a estuprou.

Pedido de desculpas

Com o estupro concretizado, ele pediu desculpas, desligou o carro, destravando a porta, e permitiu a saída da jovem. Ela saiu correndo, desorientada, pegou um ônibus sem destino e fugiu até chegar no centro de Cuiabá.

Ela só teve coragem de registrar a ocorrência na última sexta-feira (7). Agora, a Delegacia da Mulher de Cuiabá irá investigar o caso.

O LIVRE produziu um manual para você saber como agir, caso tenha sido vítima ou testemunha de um crime sexual:

O que disse a OLX

Em nota, a OLX afirmou que repudia e lamenta profundamente o acontecido. O site reforçou, ainda, que está à disposição das autoridades para colaborar com a apuração dos fatos.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

1 COMENTÁRIO

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAves de Rapina precisa faturar US$ 250 milhões para não dar prejuízo
Próximo artigoIgreja católica divulga programação do 34º Vinde e Vede

O LIVRE ADS