Homem é preso com arsenal de fuzis e submetralhadora em Cuiabá

Inteligência da Polícia Militar vigiou e monitorou o homem detido por 45 dias

(Foto: PMMT)

Um homem de 32 anos foi preso nessa terça-feira (27), no Residencial Jamil Boutros Nadaf, em Cuiabá, com seis fuzis, uma submetralhadora, uma espingarda, 18 carregadores, 242 munições e mais de R$ 3 mil em dinheiro.

Segundo a Polícia Militar, policiais da Agência Local de Inteligência (ALI) do 3º BPM vigiaram e monitoraram o suspeito por 45 dias após receberem inúmeras denúncias. Neste período do monitoramento, a PM visualizou o homem várias vezes entrando e saindo de uma residência no Residencial Jamil Boutros Nadaf.

Na tarde desta terça-feira, por volta das 15 horas, os policiais receberam mais uma denúncia contra o suspeito de que ele teria ordenado que duas pessoas (ainda não identificadas) desenterrassem os armamentos e deixassem dentro do imóvel.

A equipe da ALI pediu apoio do GAP (Grupo de Apoio) e os policiais, durante o monitoramento, esperaram o homem deixar a distribuidora de sua propriedade para fazer a abordagem.

Na ação, a Polícia Militar conseguiu abordar o homem em frente a construção de sua propriedade. No veículo, os policiais apreenderam R$ 3,4 mil e uma espingarda de chumbinho calibre 5.5.

A equipe de policiais perguntou ao suspeito sobre a casa que ele frequentava, mas o suspeito alegou que não conhecia ninguém do bairro e nem sabia nada sobre a residência em que foi visto durante o monitoramento da ALI.

Na residência, a PM apreendeu cinco fuzis calibre 762, 30, 556; uma submetralhadora 9mm, uma espingarda, 18 carregadores e 242 munições dos mesmos calibres das armas apreendidas.

(Foto: PMMT)

Os policiais do Canil do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foram acionados após as equipes localizarem um túnel, onde o suspeito confessou que havia retirado há dias uma certa quantidade de drogas do local, mas nenhum entorpecente foi localizado durante a checagem com cães farejadores.

Além das armas de grosso calibre, a PM apreendeu cinco máscaras (tipo balaclava) e pares de luvas. De acordo com os militares que atenderam a ocorrência, o homem que recebeu voz de prisão seria gerente de uma organização criminosa na região.

O suspeito foi conduzido e entregue para a Polícia Judiciária Civil.

(Da Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior62% dos bares e restaurantes ainda não voltaram ao patamar pré-pandemia
Próximo artigoMembros de facção acusados de torturar e matar informante da polícia são alvos de operação