Homem é condenado por tentar matar mulher a marretadas

Réu confessou os golpes que desferiu na vítima, mas alegou não ter intenção de matá-la

(Foto: Reprodução/CNB-MG)

Marcio da Silva Viana foi condenado a 12 anos e 8 de prisão, inicialmente em regime fechado, pela tentativa de feminicídio praticada contra R.M.P.

O júri foi realizado em Cuiabá, nessa terça-feira (21).

O homem golpeou a vítima com uma marreta e, à época da denúncia oferecida pelo Ministério Público, alegou que brigou com a mulher, com quem já tinha um relacionamento conturbado, e durante a discussão teria sido golpeado com a marreta.

Marcio, então, reagiu e acertou, pelo menos 3 golpes, na vítima. Apesar disso, o réu alegou que não queria matar a mulher, tanto que comunicou um vizinho para ir socorrer R. O aviso foi dado durante a fuga.

A vítima precisou ficar internada, pois sofreu traumatismo cranio-encefálico, perdeu a memória do dia do fato e tem cicatrizes na cabeça.

O crime aconteceu na Capital, em maio de 2016. Agora, mais de 5 anos depois do ocorrido, Márcio foi condenado pelo júri.

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anterior“A prefeitura de Cuiabá é um desejo do meu coração”, diz Felipe Wellaton
Próximo artigoIdoso de 73 anos mata esposa de 62 a tiros em fazenda de MT