HOJE É DIA DE: Atleta Paralímpico. E Cuiabá tem um time que precisa da sua ajuda

Em Cuiabá, o basquete é uma das modalidades que oferece oportunidade

O Dia Nacional do Atleta Paralímpico é comemorado oficialmente em 22 de setembro. A data tem o objetivo de apoiar, divulgar e homenagear quem, apesar de alguma deficiência física, resolveu se dedicar a um esporte. Também serve como uma ferramenta de inclusão.

LEIA TAMBÉM

Em Cuiabá, o basquete é uma das modalidades que oferece oportunidade. O time iniciou as atividades na década de 1990.

Em 2004, devido a falta de energia elétrica no local de treino e o furto das cadeiras de roda que eram utilizadas pelos atletas, o time ficou deixado de lado.

Só 10 anos depois, em 2014, um dos atletas voltou a praticar o basquete em cadeira de rodas em um condomínio de Cuiabá.

“Eu já tinha uma cadeira. Depois, consegui mais três. Assim conseguimos fazer o esporte voltar a acontecer”, contou Paulo Rogério.

Desde então, as coisas só melhoraram. O projeto oficial foi retomado em 2016, com parceria da UFMT e do Governo do Estado.

Em 2017, nova cadeiras de roda foram compradas e entregue para a Seleção Mato-grosense de Basquete em Cadeira de Rodas. Os treinos passaram a ocorrer no ginásio Aecím Tocantins.

( Daniel Silva / Atleta)

(Atleta: Daniel Silva)

 

Hoje, o time conta com uma equipe de 20 atletas com vários tipos de deficiência. “Temos cadeirantes, amputados, pessoas com lesões superiores. Depende da deficiência para se enquadrar no basquete”, explicou o atleta Daniel Silva.

Uma coisa que deixa a seleção chateada é não conseguir competir em campeonatos por falta de condições financeiras.

Quase sempre, os eventos são em outros Estados, o que acaba gerando um custo muito alto para a equipe. “Temos um convite para o final do ano que vem. Estamos precisando de apoio”.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.