Grupo destrói obra original de Picasso após transformá-la em NFT

O fim de um Picasso

A obra Fumeur V de Pablo Picasso, feita em 1964, foi destruída depois de um grupo de rapazes a transformarem em um NFT, um token não-fungível. A obra foi queimada depois do processo de digitalização.

A ação fez parte do projeto Burned Picasso, que afirma em sua página oficial que agora a obra viverá para sempre no blockchain.

O NFT da obra queimada terá seu leilão iniciado no dia 31 de julho através do site Unique.One.

Duas peças serão leiloadas. A primeira delas traz a ilustração em seu formato original, com a imagem desenhada por Picasso.

A outra peça é uma versão digital do quadro queimado. O vencedor do leilão também receberá os restos do material queimado em seu endereço físico.

Confira no vídeo:

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorSoftwares educacionais: empresa é multada por fraude em contrato com a Seduc
Próximo artigoMais vacinas: Brasil recebe 23º lote da Pfizer com 1 milhão de doses