Grande Cuiabá registra uma morte a cada 4 dias

Cuiabá e Várzea Grande registraram 61 homicídios durante o primeiro semestre deste ano. No Estado a média diária é de 2 mortes há mais de uma década

(Ednilson Aguiar / O Livre)

A grande Cuiabá registra uma morte a cada 4 dias. Essa é a média do primeiro semestre de 2021, quando foram contabilizados 61 óbitos, sendo 29 na Capital e 32 em Várzea Grande. Os dados são da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp).

A maioria desses registros, ou seja, 96%, tem como vítimas homens e o titular do Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa (DHPP), o delegado Fausto Freitas, frisa que não há uma fórmula para justificar isso.

Porém, há uma observação mais comportamental. Percebe-se que os homens têm uma tendência a tentarem resolver os problemas de uma forma mais violenta, enquanto as mulheres, buscam soluções mais pacíficas.

“Uma grande parte desses homens que foram vítimas de homicídios tinham envolvimento com o mundo do crime. Não quer dizer que a motivação foi o cometimento de um crime em específico. Porém, por eles estarem inseridos nesse ambiente criminoso deixam eles mais expostos a esse desfecho”, explica Freitas.

O delegado, no entanto, frisa que há outras situações que também levam ao homicídio como dívidas, brigas, consumo de álcool, discussões banais.

Um desses casos é o assassinato do policial militar Roberto Rodrigues de Souza, de 31 anos, que foi espancado até a morte em uma distribuidora em Várzea Grande. O militar discutiu com os suspeitos pouco antes de ser agredido.

“Alguns homicídios são circunstanciais daquele momento, não há uma ligação com o passado que tenha resultado naquele final”, reforça o delegado.

Dados de MT

(Imagem ilustrativa / Pixabay)

Já o Estado como um todo mantém a sua média de dois homicídios por dia, apesar da redução de 7% nos registros, saindo de 405 no primeiro semestre de 2020 para 374 no mesmo período de 2021.

Os homens também são as principais vítimas: 87% dos casos.

Atlas da Violência

Conforme o Atlas da Violência 2021, durante a década de 2009 a 2019, Mato Grosso registrou uma queda em seus registros de homicídios.

O Estado saiu de 1 mil  óbitos violentos no primeiro ano de medição para 895 ao final do período. Uma diminuição de 10,5%. Esse índice ficou abaixo da média nacional que foi de 12,6%.

O ápice de registros foi no ano 2014, quando Mato Grosso contabilizou 1.358 mortes violentas. Uma média diária de três mortes.

Apesar da queda em uma década, a média diária se manteve a mesma: duas ocorrências. Inclusive, esse número é o que se mantém ainda em 2021, com base nos dados do primeiro semestre,

LEIA TAMBÉM

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDesembargador mantém inconstitucionalidade de VI para prefeito e vice em Cuiabá
Próximo artigoFogo já impactou 90% das espécies de animais e plantas da Amazônia