|sábado, 21 abril 2018

Grampos prejudicados

COMPARTILHE COMPARTILHE

 

Maleta antigrampo Oscor Green

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) e a Controladoria Geral do Estado (CGE) multaram em R$ 27 mil a empresa OI S/A pela interrupção injustificada por dois dias de uma linha usada pela Polícia Civil para interceptações telefônicas.

A penalidade, segundo o Governo do Estado, decorre de processo administrativo no qual ficou caracterizada a inexecução do Contrato n. 035/2014/Sesp.

A empresa interrompeu sem justificativa a linha do E1, totalizando 200 DDRs (Discagem Direta a Ramal), o que comprometeu a operacionalização de intercepções telefônicas de 151 alvos da Polícia Civil nos dias 25 e 26 de fevereiro de 2016.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

DESTAQUES

Terceira mulher é estuprada próximo à Unemat de Sinop

Comerciante reage a assalto, tira arma de bandido, mata um e fere outro

Taques chama Pivetta de preconceituoso e o compara a escravocratas

Clarice Lispector e irmã escreviam manuais para “amansar” empregadas, relembra pesquisadora da UFMT

X