Governo foi abençoado com operação Descarrilho, diz deputado

Ednilson Aguiar/O Livre

Oscar Bezerra  deputado estadual

Presidente da já extinta Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Obras da Copa do Mundo de 2014, o deputado estadual Oscar Bezerra (PSB) avaliou que o governo do Estado foi “abençoado” por não ter conseguido firmar o acordo para retomada da implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) antes da deflagração da operação Descarrilho, da Polícia Federal, nesta quarta-feira (9).

“Se tivesse saído esse acordo e as obras tivessem sido iniciadas, o governo estaria automaticamente entre os alvos da investigação”, afirmou em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa, durante a sessão plenária desta manhã.

O acordo vem sendo negociado entre o Palácio Paiaguás e o Consórcio VLT Cuiabá – Várzea Grande, com a participação dos Ministérios Públicos Estadual e Federal. De acordo com informações da Secretaria de Estado de Cidades, uma nota com o posicionamento do governo acerca da questão deve ser emitida até o final da manhã.

Desde o encerramento da CPI, em outubro, Oscar vem defendendo a quebra do contrato entre o Estado o Consórcio VLT. O argumento do parlamentar é que as investigações realizadas na Assembleia Legislativa apontaram o descumprimento de uma série de cláusulas contratuais. O relatório final cobrava, inclusive, a restituição de mais de R$ 500 milhões aos cofres públicos, a título de multas e outras punições às empresas contratadas.

“Vamos acabar de vez com essa ideia de continuidade das obras do VLT com esse Consórcio. Vamos fazer uma parceria público-privada (PPP). O Estado não tem o dinheiro, nem condições de se endividar para tocar essa obra. As prioridades são outras”, defendeu.

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPrazo para acordo entre Consórcio e governo termina dia 25
Próximo artigoGusttavo Lima chama artista de rua de Goiânia para cantar com ele