Governo federal envia mais de 300 mil luvas e 200 mil máscaras para MT

Apetrechos devem ser destinados para profissionais de saúde que tratam pacientes com covid-19

(Foto: Coren-SP/Divulgação)

Mais de 300 mil luvas e 200 mil máscaras foram enviadas a Mato Grosso pelo governo Federal junto a outros Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Os apetrechos devem ser destinados para profissionais de saúde que estão na linha de frente no tratamento de pacientes com covid-19.

Ao todo, Mato Grosso deve receber 2,6 mil óculos de proteção, 301 mil luvas não cirúrgicas, 237,5 mil máscaras cirúrgicas e 11,9 mil aventais.

LEIA TAMBÉM

Segundo o Ministério da Saúde, o repasse aos estados foram feitos em três remessas. Os estados da regiões norte e nordeste foram os últimos a receber os insumos.

Os insumos chegam no estado após denúncias de falta dos equipamentos em unidades públicas de saúde. A falta dos apetrechos foi denunciada ao Conselho Regional de Medicina (CRM-MT).

“Estou recebendo mensagem o tempo todo dos profissionais de Policlínicas e Unidades Básicas de Saúde. São reclamações de falta de luva, avental, óculos, máscara cirúrgica”, explica a presidente do órgão, Hildenete Monteiro Fortes.

As unidades citadas pela médica foram apontadas como referência para cidadãos com sintomas da Covid-19, doença causada pelo novo vírus.

Nova compra

O governo federal pretende adquirir em breve mais 200 milhões de máscaras cirúrgicas, 40 milhões de máscaras N95, 1 milhão de frascos de álcool 500 ml, 1 milhão de frascos de álcool 100 ml, entre outros insumos para a Saúde.

Esses equipamentos de proteção incluem insumos comprados no exterior e devem chegar ao Brasil em até 30 dias.

(Com Assessoria)

Use este espaço apenas para a comunicação de erros





Aceito que meu nome seja creditado em possíveis erratas.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorPreso por agredir o pai, jovem espirra em policiais e diz que está com coronavírus
Próximo artigoTeste rápido para indígenas

O LIVRE ADS